Internet – De onde vem e pra onde vai?

Autor: Telium Networks, 01/10/2021 às 11:00
Internet – De onde vem e pra onde vai?

Pergunta rápida: quanto foi inventada a internet?

Tão presente no nosso dia a dia, a origem e funcionamento da internet talvez passe despercebida para a vasta maioria dos usuários, para outros, no entanto, o tópico é uma curiosidade intrigante.

A origem

Quando começou a internet? É uma pergunta um pouco complicada e enquanto a maioria das pessoas talvez pense em datas do fim dos anos 80 e início dos anos 90, a internet tem suas raízes algumas décadas antes, nos anos 60.

Pensada como um sistema de comunicação militar, o embrião da internet tem sua origem no auge das tensões entre Estados Unidos e União Soviética. Temendo ataques dos soviéticos e a subsequente perda de informações valiosas, os EUA precisavam de um sistema de comunicação descentralizado, de modo que, mesmo que um ponto crítico, como o Pentágono, fosse atingido por um ataque, as informações não seriam perdidas.

Nascia então a “ARPANET”, a primeira rede de computadores para transmissão de dados e interligação de departamentos de pesquisa nos EUA.

Em 29 de outubro de 1969, ocorreria o envio do que pode ser considerado o primeiro e-mail da história. O texto consistia da palavra “LOGIN”, porém, o computador receptor parou de funcionar após receber as letras “L” e “O”.

Com as tensões da guerra fria diminuindo e diferentes métodos de rede surgindo, em 1977 surgiu o protocolo TCP/IP que permitia a interligação entre os diferentes modelos de rede e aos poucos foi tomando espaço, até ser o único protocolo reconhecido em 1983.

O avanço comercial

Os anos 90 chegam e a internet começa a ver usos comerciais. As universidades e centros de pesquisa foram os primeiros a se beneficiarem da tecnologia e não demoraria muito para o público ter suas redes dia-up em casa, fornecida por empresas de telefonia e uma velocidade de incríveis 56 KB/s.

A internet brasileira

No Brasil, os primeiros embriões da internet surgiriam ainda em 1988, com universidades nacionais sendo conectadas aos centros de pesquisa americanos. Na mesma época, começavam a testar os primeiros serviços de internet comercial para uso não acadêmico, que seria aberto ao público somente em 1992.

Aos poucos, com o avanço comercial da internet no Brasil, veio a necessidade de investimentos em infraestrutura, que culminaria na implantação do backbone RNP, que conectaria todos os 26 estados brasileiros.

Atualmente

Quando comparamos a internet atual com aquela de 2000, podemos ver saltos enormes de recursos e velocidade. Se antes, links de 1MB/s eram incríveis, hoje, velocidades de 250 MB/s são comuns.

As redes de fibra ótica estão, aos poucos, tomando conta do mercado nacional e novos investimentos em tecnologia e infraestrutura prometem maior qualidade, velocidade e segurança para os usuários.

Para o futuro

A velocidade e capacidade da internet tende a aumentar nos próximos anos, mas isso seria apenas um “upgrade” no que já temos atualmente. Para um futuro mais distante, links com zero latência e comunicação instantânea podem não ser ficção científica com os avanços em computação quântica. Mas, somente o futuro poderá nos dizer quais tecnologias inimagináveis a criatividade humana irá criar.

Nuvem de tags