Ataque DDOS: como é feito e como se defender

Autor: Telium Networks, 18/12/2020 às 10:18

Existe uma mística em torno dos “hackers”, como pessoas que digitam coisas em velocidades sobre-humanas, superando “firewalls” impenetráveis e roubando arquivos nos últimos segundos antes de serem localizados pela polícia.

Do outro lado, o herói, que confronta esses ataques, tentando conter os danos e evitar que informações sejam roubadas.

Esses combates virtuais alucinantes são tão emocionantes quanto fictícios.

A realidade é que as coisas são bem mais simples na questão de reflexos rápidos e velocidade de digitação e bem mais complexas na questão de conhecimento de programação de como as infraestruturas de TI funcionam.

Claro, isso não quer dizer que ataques não aconteçam, eles ocorrem, em grande frequência.

Muitas empresas e o público gamer provavelmente já ouviram falar do termo “DDOS”.

 

O que é DDOS?

Diferentemente de vírus e invasões que tem o objetivo de destruir ou roubar informações, o DDOS tem outros objetivos.

Para que um ataque DDOS seja caracterizado, é necessária a cooperação de várias pessoas, e o seu objetivo é simplesmente sobrecarregar um servidor.

É como se um grupo malicioso de pessoas comprassem todos os ingressos de uma sessão de cinema apenas para que ninguém mais possa assistir.

Quando DDOS ocorre, eles estão basicamente sobrecarregando um servidor com acessos, impedindo que outras pessoas o acessem de maneira eficiente.

Mas afinal, o que raios significa DDOS?

Distributed Denial of Service ou Negação Distribuída de Serviço. Faz todo sentido agora que entendemos, não é?

Se você possui um site ou plataforma digital e subitamente as pessoas começam a reclamar de lentidão ou impossibilidade de acesso, significa que algum grupo possa estar sobrecarregando seu servidor.

 

Qual o objetivo de um ataque DDOS?

Não existe realmente um objetivo real, e tudo depende do grupo que estiver fazendo os ataques.

Os cyber ativistas conhecidos como “Anonymous” ficaram famosos por realizar diversos ataques DDOS contra servidores de grandes empresas como forma de protesto por práticas que eles consideravam abusivas.

Outros grupos de internet costumam fazer ataques contra empresas de jogos eletrônicos e outros tipos de serviço como forma de se entreter, sem um real propósito por trás, só pela “zoeira”.

Ainda há quem diga que agências de inteligência fazendo ataques DDOS para derrubar alguns sites com informações que eles não querem que sejam vistas, porém, não há evidências sobre isso, e fica como mera teoria da conspiração.

 

Como funciona o ataque?

Executar um ataque DDOS coordenado não é uma tarefa tão simples assim.

Para que um ataque comece é necessário que um grande número de máquinas efetue diversos acessos falsos simultâneos contra um servidor.

Isso só é possível com a colaboração de uma extensa rede de pessoas ou com o uso de botnets, que são programas maliciosos (vírus) que infectam computadores aleatórios e os utilizam para fazer as solicitações falsas de acesso que o DDOS exige.

A técnica é mais sofisticada do que parece, possuindo diversas variações que podem ser utilizadas.

 

Como se proteger do DDOS?

Já sabemos o que é e como é feito um ataque DDOS, agora você deve estar se perguntando: “Ok, mas o que eu posso fazer para me proteger de um DDOS? ”

A primeira medida que você pode tomar é estar pronto para os ataques, conhecer profissionais de TI especializados e que possam prestar assistência para seu negócio rapidamente.

Como os ataques visam sobrecarregar o servidor, ter uma infraestrutura robusta e grande largura de banda pode evitar que os ataques sejam efetivos, exigindo dos hackers mais capacidade do que eles conseguem utilizar, tornando o ataque superficial.

Firewalls também são uma excelente forma de proteção, uma vez que eles controlam os acessos e evitam que esse tipo de solicitação em massa possa chegar ao seu servidor.

Caso utilize formulários, incluir o reCAPTCHA pode evitar que bots façam um número massivo de inscrições e comprometam o seu servidor.

E por fim, redundância.

Essa palavra já apareceu diversas vezes aqui no blog, porém, redundância é uma palavra-chave na TI, e possuir servidores redundantes podem te dar uma rota de fuga caso sofra um ataque.

 

Conclusão

Se a sua empresa depende de algum serviço online que possa ser alvo desses ataques, tenha uma rede de segurança para evitar que suas operações sejam afetadas.

Uma vez que os ataques podem ocorrer simplesmente porque alguém acha engraçado, ninguém está 100% imune a ser alvo deles.

Para contratar soluções de segurança para o seu negócio, entre em contato com nosso time de especialistas e conheça as soluções que a Telium Networks oferece para a sua empresa.

 

Nuvem de tags